Votação da “Revisão da vida toda”

Senado aprova MP que facilita a obtenção de crédito em bancos
10 de junho de 2021
EUA doam 500 milhões de doses para países pobres; Brasil fica de fora
11 de junho de 2021

Votação da “Revisão da vida toda”

Decisão definirá sobre a constitucionalidade da correção das aposentadorias do INSS

Uma importante votação ocorreu nesta quinta-feira, 10 de junho, no Supremo Tribunal Federal (STF): a decisão sobre a chamada “Revisão da vida toda”, que poderá beneficiar aposentados de todo o país. O julgamento começou na última sexta-feira (4) e definirá a correção positiva das aposentadorias do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Votarão os 11 ministros do Supremo até sexta-feira (11). Se aprovada, serão consideradas todas as contribuições previdenciárias que o segurado já fez à Previdência Social em sua aposentadoria.

O placar até o momento está empatado. A ministra Rosa Weber votou a favor do interesse dos trabalhadores. Votaram pela constitucionalidade da correção em favor dos aposentados, além de Weber, o ministro Marco Aurélio, relator da matéria, Edson Fachin e Carmém Lúcia. O ministro Kássio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), votou contra a revisão que favorece os aposentados na última terça-feira (8),seguido por Dias Toffoli, Roberto Barroso e Gilmar Mendes, que votaram na quarta-feira (9). Faltam votar os ministros Alexandre de Morais, Luiz Fux e Ricardo Lewandowski.

Fonte: Seeb/Rio

Os comentários estão encerrados.