Santa Catarina exclui bancários do grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19

Saiba o que é a síndrome de Burnout e como ela implica no meio de trabalho
21 de julho de 2021
Bradesco deve restituir valores cobrados por empréstimo irregular
22 de julho de 2021

Santa Catarina exclui bancários do grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19

Secretário do Estado de  Saúde  havia se comprometido em encaminhar a reivindicação  dos bancários para a inclusão da categoria ao Plano Nacional de Imunização (PNI ), após reunião com o presidente da Federação dos Bancários de Santa Catarina, Armando Machado Filho e com o Deputado Estadual Volnei Weber .

Após muita luta por parte dos representantes dos bancários  , o Ministério da Saúde  recomendou  aos Estados e Municípios através de nota técnica divulgada  em 14/07/ 2021 para que 20% das doses de vacina contra a COVID-19  encaminhadas a cada Unidade Federada fosse destinada aos bancários e trabalhadores dos correios . Vários Estados e Municípios em todo o país aderiram a recomendação do Ministério da Saúde e já começaram a vacinar os bancários .

Em Santa Catarina , Após a reunião realizada na data de ontem (20/07/2021) com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), constituída por representantes da Secretaria Estadual da Saúde e das Secretarias Municipais de Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina emitiu a Nota Técnica Nº 035 GEDIM/DIVE/SUV/SES, contendo as orientações para as  Secretarias Municipais de Saúde sobre a vacinação contra a COVID-19 em Santa Catarina .Na nota técnica , a Secretaria de Saúde excluiu os bancários do grupo prioritário para  a vacinação. Os trabalhadores dos correios serão contemplados com a vacinação  pois fazem parte do grupo de trabalhadores da indústria ,   considerados prioritários em Santa Catarina.

Os bancários  haviam sido considerados como grupo  prioritário no início de junho, mas deverá ser imunizado pela faixa etária

Na decisão desta terça, membros do Conselho de Secretarias Municipais de SC (Cosems/SC) e da Secretaria de Estado da Saúde (SES) reafirmaram o entendimento de reunião anterior de que a vacinação deve ocorrer por idade, sem novos grupos prioritários.

A Federação dos Bancários de Santa Catarina, obteve a informação na data de hoje  junto a Diretoria de Vigilância Epidemiológica e a Assessoria do Secretário de Saúde , André Motta Ribeiro, de que apesar do Secretário de Saúde de Santa Catarina entender a importância em priorizar a vacinação dos  bancários e do mesmo ter  levado ao comitê a reinvindicação da Federação dos Bancários de Santa Catarina e seus sindicatos filiados  , os Secretários Municipais de Saúde defenderam  a vacinação por faixa etária, alegando que dessa forma a vacinação ocorrerá  de maneira mais rápida e segura.  O comitê defendeu   o argumento  levando em consideração o avanço da vacina no Estado e o cronograma de vacinação que prevê que todas  as pessoas com até 18 anos estarão vacinadas em Santa Catarina  até a data de 31/08/2021 .

O Presidente da Federação dos Bancários de Santa Catarina, Armando Machado Filho, agendou reuniões com autoridades políticas engajadas no pleito e com o Secretário de Saúde André Motta Ribeiro para a próxima semana,  para tentar reverter a decisão e pedir novamente a inclusão da categoria como grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19.

¨Apesar de todas as adversidades, não vamos deixar de lutar pela categoria , os bancários cumprem um papel social de extrema importância e estão desde o início da pandemia expostos à contaminação. Eles precisam continuar desempenhando as suas atividades com segurança. A situação da pandemia é muito preocupante,  precisamos acelerar a vacinação , principalmente para os mais jovens que serão os últimos a serem vacinados pela faixa etária¨, afirmou Armando

FEEB-SC

 

Os comentários estão encerrados.