Petrobras retoma processo de venda de três refinarias

Bradesco coloca em risco a segurança dos bancários
29 de junho de 2022
FGTS extraordinário: trabalhadores ainda podem solicitar o abono de R$ 1 mil
29 de junho de 2022

Petrobras retoma processo de venda de três refinarias

Etapas estavam interrompidas desde o ano passado por falta de interessados

 

No mesmo dia em que o novo presidente, Caio Paes de Andrade, teve seu nome aprovado para assumir a companhia, a Petrobras anunciou a reabertura do processo de venda de três refinarias da estatal. Em comunicado divulgado no início da noite, a petroleira afirmou que reiniciou os processos para a alienação das refinarias de Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul. Ativos logísticos integrados a essas refinarias também serão vendidos.

“O plano de desinvestimento em refino da Petrobras representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado, e considera a venda integral dos seguintes ativos: Refinaria Abreu e Lima (Rnest), Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), Refinaria Landulpho Alves (RLAM), Refinaria Gabriel Passos (Regap), Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), Refinaria Isaac Sabbá (Reman) e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), bem como os ativos logísticos integrados a essas refinarias”, explica a Petrobras.

O processo de venda dessas oito refinarias encontrou como obstáculo a falta de interessados nessas três unidades específicas que tiveram as vendas suspensas desde o ano passado e que serão retomadas agora. Sobre as demais, os processos estão concluídos ou adiandados..

“A Petrobras concluiu a venda da RLAM, em 30/11/2021, e as refinarias Reman, Lubnor e SIX já tiveram seus contratos de compra e venda celebrados e aguardam o cumprimento das condições precedentes, dentre elas, a obtenção de aprovações regulatórias, para serem concluídas. Já a Regap está em fase vinculante”, disse a companhia em comunicado nesta segunda-feira.

Fonte: O TEMPO

Os comentários estão encerrados.