Estudo indica que brasileiros gastaram muito com tarifa bancária em 2018

Tribunal define que greve contra privatização de estatal é abusiva
13 de fevereiro de 2019
Lucro líquido do Banco Votorantim cresce 82,3% em 2018
13 de fevereiro de 2019

Estudo indica que brasileiros gastaram muito com tarifa bancária em 2018

Você perdeu muito dinheiro em tarifas bancárias em 2018, indica estudo

A despesa média por cada correntista foi de R$ 66,42 por mês. Foi considerado, pela pesquisa, os valores cobrados por saques, transferências (DOCs e TEDs), emissão de boletos e anuidade de cartões de crédito, entre outros serviços.

Esses números foram divulgados nesta sexta-feira (8), em uma pesquisa realizada pelo Banco Inter. A pesuisa ainda apontou que praticamente a metade da despesa (49%) foi gerada pela anuidade do cartão e pela tarifa de manutenção de conta corrente. O restante veio de transações recorrentes, como saques, transferência e emissão de boletos.

A pesquisa considerou o valor médio das tarifas dos principais bancos e a quantidade média de serviços utilizados pela base de 1,5 milhão de clientes do Banco Inter ao longo do ano passado.

Bradesco Itaú e Santander faturam mais de R$ 17 bilhões com tarifas

Os três principais bancos privados do Brasil registraram uma receita de R$ 17,85 bilhões em 2018 apenas com cobranças de tarifas de seus correntistas. Segundo os balanços financeiros divulgados pelas instituições, a receita conjunta foi cerca de 8% maior do que no ano anterior. Já os principais bancos públicos, como Banco do Brasil e Caixa ainda não publicaram os resultados do ano passado.

Considerações Finais

Portanto, por isso que sempre costumamos indicar os bancos digitais, pois essas instituições financeiras costumam não cobrar pelos serviços, como saques na Rede Banco24Horas, TEDs, anuidade, entre outros serviços.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fonte – seucreditodigital.com.br/ Com informações UOL

Os comentários estão encerrados.