COM LUCRO DO BRADESCO DE R$ 25,8 BI, PRESIDENTE JÁ FALA EM DEMITIR COM REFORMA TRIBUTÁRIA

SOMENTE DIRETORES INDICADOS PELO MERCADO TERÃO AUMENTOS NO BB
5 de fevereiro de 2020
BRADESCO PAGARÁ SEGUNDA PARCELA DA PLR NESTA TERÇA (11)
10 de fevereiro de 2020

COM LUCRO DO BRADESCO DE R$ 25,8 BI, PRESIDENTE JÁ FALA EM DEMITIR COM REFORMA TRIBUTÁRIA

COM LUCRO DO BRADESCO DE R$ 25,8 BI, PRESIDENTE JÁ FALA EM DEMITIR COM REFORMA TRIBUTÁRIA

Octavio Lazari, presidente do Bradesco (Reprodução) 

Garoto-propaganda das reformas do governo Jair Bolsonaro, Octavio de Lazari, presidente do Bradesco, diz que demitirá metade do departamento de auditoria do banco caso a reforma tributária seja aprovada, sinalizando que outras empresas farão o mesmo

“O Bradesco tem 372 funcionários no departamento de auditoria só para cuidar de impostos. Se for simplificado, poderia ter metade. Diminuir o número de impostos tiraria um custo importante das empresas”, disse, em entrevista na edição desta quinta-feira (6) do jornal O Estado de S.Paulo.

‌Nesta semana, o Bradesco anunciou que teve um lucro de R$ 25,8 bilhões em 2019, primeiro ano de condução da política econômica por Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. O montante fez com que o banco crescesse 20% no ano. O resultado foi puxado principalmente pelos empréstimos, que no quarto trimestre chegou ao valor de R$ 604,9 bilhões, uma alta de 13,8% em relação ao ano anterior.

Mesmo assim, Lazari diz que o banco acredita em um crescimento do PIB em 2,5% em 2020, apostando em mais reformas para beneficiar o sistema financeiro.

“A reforma da Previdência era a mais importante e passou. Pelo que tenho visto, apesar de termos calendário eleitoral no segundo semestre, vamos conseguir andar com as reformas administrativa e tributária, além da independência do Banco Central”, afirmou. Fonte = Forum

Os comentários estão encerrados.