Banco Central reduz a Selic para 11,25% e indica novos cortes de meio ponto ao menos nas próximas duas reuniões

Santander tem lucro gerencial de R$ 2,204 bilhões, alta de 30,5% em 12 meses
1 de fevereiro de 2024
Ministério Público do Trabalho processa IBM por ‘discriminar trabalhadores mineiros’ em seleção de emprego
1 de fevereiro de 2024

Banco Central reduz a Selic para 11,25% e indica novos cortes de meio ponto ao menos nas próximas duas reuniões

Em decisão unânime, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central definiu nesta quarta-feira (31), nova queda de 0,5 ponto percentual na Selic. A taxa caiu de 11,75% para 11,25% ao ano. Com a redução, a taxa que influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras, permanece no menor nível desde março de 2022, período em que estava em 10,75% ao ano.

Este foi o quinto corte seguido na taxa básica de juros, que começou a cair no segundo semestre do ano passado. Após o encontro, o Comitê formado pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e por oito diretores da autarquia falou em novas reduções futuras.

A reunião desta semana foi a primeira com a nova composição do colegiado, que se reunirá mais sete vezes ao longo do ano. “Se confirmando o cenário esperado, os membros do Comitê, unanimemente, anteveem redução de mesma magnitude nas próximas reuniões e avaliam que esse é o ritmo apropriado para manter a política monetária contracionista necessária para o processo desinflacionário”, destacou o Copom.

Fonte: O Globo

Os comentários estão encerrados.