Após pressão, Santander começa a cumprir reintegrações

No Brasil, população jovem sofre com desemprego
30 de junho de 2022
Daniella Marques deve trocar núcleo duro de Guimarães na Caixa
30 de junho de 2022

Após pressão, Santander começa a cumprir reintegrações

Após meses de luta do movimento sindical, o Santander começa a cumprir as decisões judiciais de reintegração dos trabalhadores demitidos. Foram movidas diversas ações que possuíam liminar favorável aos funcionários, inclusive com multa diária pelo descumprimento, mas que o banco não cumpriu.

Na maioria dos processos, os trabalhadores tinham estabilidade por doença ocupacional no momento da demissão. Em outros, a espera para voltar ao trabalho já passava de dois anos. Mas, o Santander adotou uma postura intransigente, desafiando a Justiça brasileira.

 

O descumprimento do Santander foi objeto de pronunciamento da deputada federal Alice Portugal, nesta quarta-feira (28/06), no plenário da Câmara dos Deputados. “Faço meu protesto em nome dos bancários. Gostaria de citar um caso na Bahia de uma funcionária grávida e sem plano de saúde que o banco não cumpriu decisão judicial de reintegração. Esse caso se junta a outros no Estado e no Brasil, a maioria de maneira desafiadora à Justiça”. Clique AQUI para conferir o pronunciamento completo.

 

Fonte: Seeb/Bahia

Os comentários estão encerrados.