Abono de horas para funcionários do atendimento presencial do BB deve continuar

Após liberação do auxílio emergencial mais baixo, centrais vão manter pressão por R$ 600
7 de abril de 2021
PLR e Contribuição Sindical, entenda como funciona
8 de abril de 2021

Abono de horas para funcionários do atendimento presencial do BB deve continuar

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região verificou que parte do compromisso firmado entre o Banco do Brasil e os trabalhadores para minimizar os impactos decorrentes da pandemia da Covid-19 não está sendo cumprido.

Conforme o e-mail enviado pelo BB às bancárias e bancários pela Diretoria de Gestão da Cultura e de Pessoas, o acordo prevê a “manutenção da possibilidade, mesmo que em rodízio, de o gestor abonar uma ou duas horas para os funcionários que estão em atendimento presencial nas agências”. Segundo informações, a medida estava em prática desde o início da pandemia no Brasil e deixou de ser realizada recentemente.

“Retornar com a utilização do abono para os trabalhadores que estão nas agências, neste momento de agravamento da crise sanitária, é fundamental para garantir a proteção da saúde física e mental destes funcionários. O plano está alinhado com a redução do horário de atendimento ao público, adotado pela Fenaban durante a pandemia. Vamos discutir com os gestores estratégias para implantação do compromisso firmado pelo BB”, considera Leonardo Viana, presidente do Sindicato.

Fonte: Sindicato/Vitória

Os comentários estão encerrados.