BC: rentabilidade de bancos do País está em posição intermediária ante os de fora

Número de inadimplentes passou de 63 milhões em maio, aponta SPC
12 de junho de 2018
Cheque Especial: Novas regras tendem a reduzir juros
12 de junho de 2018

BC: rentabilidade de bancos do País está em posição intermediária ante os de fora

A rentabilidade do sistema bancário brasileiro está em posição intermediária na comparação com os pares internacionais, pontuou nesta terça-feira, 12, o Banco Central em seu Relatório de Economia Bancária (REB). A conclusão resulta da comparação entre o Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) do Brasil e de outros países em 2017.

O ROE dos bancos brasileiros no ano passado foi de 13,8%. Em um universo de 21 países, conforme o REB, o porcentual é o nono maior. O ROE brasileiro é inferior por exemplo ao de bancos de países como Austrália (22,0%), Canadá (21,8%), México (19,6%), África do Sul (19,6%) e Peru (18,1%), que lideram a lista.

Por outro lado, o ROE do sistema bancário brasileiro é superior ao de países como Suíça (3,2%), Estados Unidos (3,4%), Índia (4,5%), Portugal (4,7%) e Itália (4,7%).

“O sistema bancário brasileiro passou por movimento de redução da rentabilidade ao longo dos anos de 2015 e 2016, em consonância com o período de recessão econômica”, pontuou o BC no relatório.

“Em 2017, teve início movimento de recuperação da rentabilidade, com o Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) alcançando 13,8% em dezembro de 2017, ante 11,6% em dezembro de 2016.”

De acordo com o BC, passada a recessão, os bancos reduziram as provisões para crédito de difícil liquidação (PCLD), o que gerou efeitos positivos para a margem de crédito líquida, servindo de indutor para alta do lucro no ano passado.

Fonte – O Estado de Minas

Os comentários estão encerrados.